Uma imagem vale mais do que 1000 palavras

"Dicionando"

Avondo: já chega
Bêços: lábios
Bicha: víbora
Travia: refeição intragável
Tronga: mulher sem merecimento
Ventas: nariz
Visita: período menstrual

Trava-Línguas

Tenho uma saia birlada
chirlada, de galhopa talhada
Disse ao galhopo talhador
Que a birlasse
Que a chirlasse
Que eu pagaria a birladura
chirladura, de galhopa talhadura

Alcunhas

Badalhoca
Bate-Solas
Ti Tó do Nó
Toino do Forno
Tonico Malacuco
Zé Cutelo
Zé Guisado

Lenga-Lengas

O trigo disse pr`ó centeio:
- Cala-te lá centeio, centeiaço.
Que tu não fazes.
Que tu não fazes.
As funções que eu faço.

O centeio disse pr`ó trigo:
- Cala-te lá trigo espademudo.
Que tu não acodes.
Que tu não acodes.
Ao que eu acudo.
Então a aveia disse:
- Eu sou a aveia magra e feia,
quem me tiver em casa,
não vai para a cama sem ceia!

Expressões

Andas feito num cão sem dono!
Refere-se a alguém que anda muito tempo fora de casa ou à deriva.
Parece um burro capado!
Refere-se a alguém que não tem cócegas.
Está gordo que nem um chouriço!
Refere-se a alguém bem nutrido.
Está com brandura.
Diz-se quando a criança está com febre.
Não tem talho nem maravalho!
Refere-se a algo sem jeito, imperfeito, mal organizado.

Estórias

O Laró

Laró tinha ido ao pôço e quando vinha a caminho, começou a fazer uma grande trovoada.
Chega a casa com o lado esquerdo molhado e o lado direito enxuto. A mulher perguntou-lhe como é que isso aconteceu, e ele diz-lhe que numa parte da estrada chovia e na outra parte não chovia.
A mulher disse-lhe porque é que ele não passou para o outro lado, ao que ele respondeu que tentou, mas assim que passou para o outro lado, deixou de chover no lado que chovia e começou a chover no lado que não chovia.

domingo, 24 de fevereiro de 2008

PONHAM LÁ MAIS ALCUUUNHAS ...

Bento Chaloca
Cabeçudo
Cara de macaco
Ciganito
Cinta de Seda
Chico Mitra
Chico Sola Grossa
Domingos Careto
Fininho
Fuinha
Galifão
João Bicha
João do Olho
Joaquim da Vagem
Joaquim Calado
Maria Pázinhas
Laró
Lionel da Burra
Manel Canita
Manel das Porcas
Manel Sopinha
Miséria Engravatada
Pardalinho
Pata Fina
Pica Chouriços
Pimentinha
Romão Faíscas

6 comentários:

Anónimo disse...

Olá!
A minha alcunha é um quanto original!
"VINAGRE"

Sei que são alcunhas alentejanas, mas não vou deixar de referir a alcunha de uma amiga de Lisboa cuja alcunha é "ALFACE".

Até dá para saborear quando se fazemos uma salada!!! Desculpe.

Anónimo disse...

Não sei se acrescenta alguma coisa mas, a alcunha do meu avô é Largato da Horta.

Anónimo disse...

Alcunhas
Mentirinha Fresca
Manel das Vacas
Pepino
Tiago Bolero
Manel Galinha
Manel Carapau
Maria do Pão Duro
Manel Cirol
Maria Bufo
Canazitas Saramugos

sucacoila disse...

Ora pois então, para pôr alcunhas...ninguém melhor que nós próprios (os alentejanos)...Pois então aqui vos deixo mais algumas das que me recordo:
Blé Chico
Ti Chico da Venda
Papa Ovelhas
Pé de meia cómoda
Pão mole
Caleiro
Zé da Bia
...

sofia disse...

Uma das alcunhas que eu conheço, que é de um dos meus amigos, é: AlCAGOITA.

Cristina

fernando disse...

Bem, cá vão mais algumas alcunhas, que no meu tempo eram Anexins, era a palavra usada, alcunha, é modernice, ou mesmo uma cagalhoada.

Zé Miudo, A Talisca, A G3, A Nuinfa.O Galego, o Balitó, O Boi Capóte, O Câo com Pulgas, o Carga Dossos, O Clítóris,o
Focinho de Zorra, o Cataluna
Zé Inverno
Gina Patóla
O Lido
O Gorpelha, O Caga-milhões, o Bilinha, O Ti Nevoeiro, o Pau Valente ou o Pau forte. ...Divirtam-se